menu close mail twitter feed github linkedin share-twitter share-google-plus share-facebook

Ceratocone, WAT!?

Olá, tudo certo?

Hoje vou falar um pouco do que sei sobre o Ceratocone, minha experiência, tratamentos, etc.

O que é?

Pra quem não conhece, ceratocone é uma doença dos olhos, que atinge a córnea causando um afinamento e deformidade progressiva, causando miopia e astigmatismo.

Quando percebi pela primeira vez

No começo de 2013 percebi uma dificuldade ao enxergar e procurei um oftalmologista para fazer exame.

Marquei a consulta no mesmo prédio em que trabalhava, na praça Oswaldo Cruz, próximo a Av. Paulista.

E como era de se esperar o médico fez os exames básicos e receitou o uso de óculos. Tudo bem com os óculos então não voltei ao oftalmologista por um bom tempo.

Recentemente

Percebi que os óculos não estavam mais ajudando como antes e procurei um novo oftalmologista.

Desta vez marquei no Centro Médico Dom Bosco e mais uma vez o médico fez os exames básicos e relatou que não tinha mais o que fazer com a minha visão do olho esquerdo, que era pra cuidar da outra e só! No máximo podia atualizar o óculos para o olho direito enxergar melhor.

Médico totalmente irresponsável e despreparado, infelizmente ainda pagamos por consultas desse tipo.

Depois de um tempo, uma amiga minha e da minha esposa indicou um oftalmologista que a atendeu muito bem e foi muito bom para ela. Resolvi marcar a consulta.

Conforme indicado, o Doutor Myung Kyu Kim me atendeu muito bem e logo percebeu que meu problema não é miopia e sim ceratocone.

Os tratamentos

Graças aos avanços tecnológicos hoje os tratamentos estão bem acessíveis.

  • Lentes rígidas
  • Anel corneano (ou Anel de Ferrara)
  • Transplante de córnea

Fora o choque de ouvir a palavra transplante como último recurso do tratamento foi muito bom finalmente descobrir qual é o problema da minha visão.

O doutor indicou o uso de lentes de contato rígidas e uma clínica referência no assunto, a Solótica.

A Adaptação

O atendimento da Solótica foi excelente, os cuidados em fazer todos os testes com as lentes e acompanhamento da adaptação passou muita credibilidade e confiança.

No momento em que escrevo este post estou usando as lentes diariamente e a cada dia sinto menos incômodo. Pois como as lentes são rígidas e não gelatinosas, a sensação constante de ter um “cisco” nos olhos é complicada.

Nos próximos dias retornarei a Solótica para ter um acompanhamento da adaptação, verificação da córnea, se está machucando, etc.

Após um ano de uso com as lentes (validade das lentes), marcarei um retorno com o médico para o acompanhamento da curvatura da córnea, verificar se estabilizou ou aumentou, e os próximos passos para o tratamento.

Pretendo compartilhar mais informações em breve!

Se você sente que os óculos não resolvem mais, recomendo que você faça um exame detalhado da curvatura da córnea, é muito rápido e tranquilo!

Caso você tenha alguma dúvida sobre algo que não falei em detalhes comente abaixo que eu responderei com maior prazer.